PUB
                             
Beleza - 09.09.2019

Um perfume pode devolver um momento, reviver uma experiência do passado no presente… A Gucci lança o seu primeiro perfume neutro em género concebida por Alessandro Michele: “Gucci Mémoire d’Une Odeur” é um aroma que explora o poder das memórias, recuperando-as do passado e trazendo-as à vida no presente. Um perfume verdadeiramente sem género ou tempo.

“Tudo nasce da minha obsessão com os aromas: a minha memória é principalmente olfativa e, por isso, no meu caso, o meu olfato é a minha memória. Sempre pensei que, no fundo, o perfume é aquilo que, mesmo de olhos fechados, nos transporta para um momento preciso no tempo e no espaço. Quando começámos a trabalhar no Gucci Mémoire d’une Odeur, tentei imaginar a recordação de um aroma que não fosse fácil de identificar; um aroma híbrido que se assemelhasse, tanto quanto possível, à memória,” afirma o diretor criativo da Gucci, Alessandro Michele.

No nosso subconsciente, os aromas estão ligados a momentos que vivemos, com a sua conotação de emoções – seja de imensa alegria, de amor intenso ou de tristeza avassaladora. Um aroma pode-nos oferecer de novo um momento, podendo transpor para o presente uma experiência do passado. Neste novo capítulo das fragrâncias Gucci, o aroma tem o poder de se transformar num explorador de memórias, num vaivém pelo tempo cronológico, onde o presente e o passado são ligados por uma ponte única projetada diretamente para o futuro.

“Gucci Mémoire d’une Odeur” é um elixir que, pela sua individualidade, transcende o género para estabelecer uma nova família olfativa, Mineral Aromática. O acordo transcendente apresenta ingredientes inesperados e enigmáticos e é definido pela nota de Camomila Romana. Alessandro Michele imaginou esta flor particular no aroma, integrada pelo mestre perfumista Alberto Morillas. A camomila Romana de “Gucci Mémoire d’une Odeur” surge estruturada com a delicadeza de pétalas de Jasmim Coral Indiano, a profundidade de almíscares preciosos, a nobreza de madeiras que incluem o sândalo quente e luminoso e o cedro subtil, aéreo, árvore poderosa de raízes profundas, e uma nota irresistível de baunilha.

“Sempre disse que para mim as fragrâncias não têm género. Uma fragrância é uma emoção: é prazer, é memória, é uma substância que nos transporta para novos horizontes...E foi o caso aqui. Foi uma liberdade total”, defende Morillas. “Este é um perfume sobre a imaginação, sobre o rasto de uma memória”, prossegue.

O elemento orientador de toda a campanha é a ideia de liberdade. A reunião de uma família de espírito aberto, que celebra a vida vivendo-a com liberdade e criando memórias comuns. Em várias localizações nos arredores de Roma, a família é retratada a dançar, num piquenique, nas ruínas banhadas de sol de Canale Monterano, ou no interior e no exterior da casa de família, o Castello Montecalvello. O diretor da campanha, Glen Luchford, criou um vídeo e imagens de uma nostalgia vibrante.

O cantor, compositor e ator de 25 anos, Harry Styles é o principal protagonista do elenco da família, que inclui um conjunto eclético e universal de talentos e de modelos. Sobre “Gucci Mémoire d’une Odeur” o ex-One Direction afirma “para mim, cheira como se fosse a casa da escritora (estrela do new journalism) Joan Didion. Ou assim imagino", manifestando-se grande fã da autora de "O Ano do Pensamento Mágico". Harry garante que adora o perfume e, tal como Marilyn Monroe, adormece a usar a fragrância.

Artigos relacionados...

Chanel lança Le Lift

A linha que transforma e eleva a pele

Foreo lidera o caminho dos tratamentos de luxo da pele

Lançamento de dispositivo de limpeza facial mais caro do mundo

Chance de Chanel em forma de lápis

Perfume em movimento, para usar a qualquer hora do dia

Fendi apresenta primeira mala perfumada

Colaboração exclusiva com perfumista Francis Kurkdjian

Os Mais Vistos

Lifestyle

Um modelo limitado a apenas 15 unidades em exclusivo para o mercado chinês

Lifestyle

Programas para partilhar a dois