PUB
                             
CEO's Tips - 09.11.2018

A cada nova aposta, em cada descerrar de portas, as expectativas em torno do chef José Avillez crescem desmedidamente. É este o preço a pagar pelo sucesso. O chef investiu agora num conceito inovador, dando, como habitualmente, prioridade a critérios de qualidade inquestionável. O novo restaurante Za’atar, na Rua de S. Paulo, no Cais do Sodré, rapidamente somou admiradores – de críticos e do público. O que me despertou a atenção… e a curiosidade.

Ao entrarmos no Za’atar mergulhamos numa viagem pelo Médio Oriente, um intercâmbio entre a Europa e a Ásia, nos tons do azul marinho do Mediterrâneo. A ementa é inspirada na gastronomia libanesa e a decoração, em estilo étnico, compõe um ambiente equilibrado entre o exótico e o intimista. Este projeto, pensado a quatro mãos através de uma parceria com o cozinheiro Joe Barza – um conceituado chef internacional e estrela de televisão no Líbano –, reflete os conhecimentos e a experiência de José Avillez, homem mundano, e o seu respeito pela culinária desenvolvida pelos quatro cantos do mundo.

A carta do Za’atar foi pensada e materializada para agradar ao paladar português, sem, no entanto, se perderem as influências que a distingue das demais: indo ao encontro das tendências de uma cozinha vegetariana e saudável, com um ótimo sabor. Fiel ao seu conceito, o restaurante inclui, das entradas à sobremesa, um leque de propostas próximas da cozinha do médio oriente, banhada pelas águas azuis do Mediterrâneo e as quais tive a oportunidade de experimentar. Do karkachat (couvert) às salatas (saladas), as sugestões principais incluem os mezze frios e quentes, e pequenos pratos como o moughrabieh djej (um guisado de cuscuz com caldo de carne, chalotas grelhadas, cebolinho e coentros) e o frikeb bi lahmeh (um prato de trigo verde fumado com perna de borrego, alperces secos e alecrim e os grelhados), para além dos tradicionais kebab de porco ou da taook, uma espetada de frango. Quanto às sobremesas, o destaque vai inteirinho para o sorvete de alperce com creme de pistácio. Muitas opções deliciosas, feitas de sabores menos comuns e que não defraudam as expectativas.

Uma experiência que aconselho vivamente e que comprova, uma vez mais, a capacidade de José Avillez em oferecer ao público português propostas de qualidade, sempre com um toque de inovação.

Artigos relacionados...

Fifty Seconds by Martín Berasategui

Sofisticação a 120 metros de altura

Os sabores Orientais no Kanazawa

O mais exclusivo restaurante japonês de Lisboa

Banyan Tree Spa Estoril

Sinta-se rejuvenescido e revitalizado

Just Un Clou, a nova pulseira Cartier

Objeto de Desejo da Diretora

Os Mais Vistos

Lifestyle

O automóvel mais caro de sempre dá-se a conhecer

Lifestyle

Os segredos mais bem guardados

F Luxury no Instagram