PUB
                             
Gourmet - 01.03.2019

O Fifty Seconds é o primeiro restaurante de Martín Berasategui, o chef espanhol com mais estrelas Michelin no currículo, em Lisboa. Situado no cimo da Torre Vasco da Gama e integrado no hotel Myriad by Sana, o seu original nome deve-se à subida de elevador, porque até se chegar à sala demora-se, exatamente, 50 segundos. Uma vez no topo e com uma vista de 360 graus, que já faz parte da experiência, aguardam-nos uma prestável e agradável equipa e uma decoração ímpar. A F Luxury teve o prazer de ser um meio convidado e numa “viagem” gastronómica de três horas e a 120 metros de altura, através de um menu de degustação, pôde experienciar pratos clássicos de Berasategui e outras criações concebidas em parceria com o chef executivo Filipe Carvalho.

Com esta novidade na capital, aberta em novembro do ano passado, o Grupo SANA reforça a sua aposta na restauração abrindo portas no topo do Myriad Hotel, na emblemática Torre Vasco da Gama, de um espaço sem igual. Tal investimento, que contempla um miradouro que deverá abrir ao público este ano e que pode funcionar também como varanda do restaurante, pretende afirmar-se como uma referência da restauração em Portugal e internacionalmente.

O Fifty Seconds tem espaço para receber cerca de 35 pessoas e possui uma equipa de 22 pessoas, 100 por cento portuguesa, das quais 12 encontram-se exclusivamente dedicadas à cozinha. O mar domina o seu conceito, não fosse este restaurante de fine dining sobranceiro ao Rio Tejo e com vista para o Mar da Palha. Na ascensão até ao pináculo da torre, surge logo uma ligação aquática, com seres marinhos a nos acompanharem através de um ecrã numa das paredes do elevador. Assim que chegamos à sala, damos de caras com uma imponente vitrine a servir de parede e que alberga uma garrafeira composta por 450 referências, de entre portuguesas e estrangeiras, da responsabilidade do sommelier Marc Pinto, que já colaborou com Berasategui no Lasarte, um dos dois restaurantes seus com três estrelas em Barcelona. Ao sermos confrontados com a vista, apercebemo-nos que o cobre e um azul escuro são os tons dominantes, com apontamentos náuticos, num espaço concebido pelo arquiteto de interiores Nuno Rodrigues e as suas equipas Metrobox e Stabörd.

Ao nos instalarmos comodamente, teve início o menu de degustação, onde voltamos a sentir a presença dos elementos marinhos, numa fusão da influência de Berasategui, que se traduz em sabores intensos apresentados com delicadeza, e a criatividade de Filipe Carvalho e sua equipa. É aqui que surgem pratos como o Mil-folhas Caramelizado de Foie Gras com Maçã Verde e Enguia, a Brandade de Bacalhau com Maionese de Manzanilla e Yuzo; a surpreendente Ostra com Sumo de Azeitonas Verdes, Emulsão de Wasabi e Crocante de Algas; a Gema de Ovo em Carbonara de Ervas com Lâminas de Beterraba e Carpaccio de Papada ou a Pá de Borrego de Leite com Soro de Parmesão e Cogumelos Silvestres, passando pela colorida Salada de Verduras, Ervas e Pétalas Brotes com Puré de Alface e Caranguejo Real ou a Sopa Thai de Carabineiro, Espuma de Maçã Ácido-Picante e Crocante de Amaranto, Pomelo e Ouriços do Mar.

Para um toque final, tivemos as sobremesas Framboesas à Flor de Hibiscos, Gelado de Manjericão e Sésamo Negro e a Infusão de Arroz, Leite e Cardamomo, Pistáchio, Yuzu e Kalamansi. Para além do Menu Degustação, também se pode optar pelo Menu Fifty Seconds ou selecionar à la carte.

Sendo uma cozinha internacional, recheada de ingredientes nobres, não se trata apenas de uma influência de Martín Berasategui, pois de forma bem conseguida e equilibrada, sentimos a presença de ambas as identidades gastronómicas — a hispânica e a de Filipe Carvalho, o que nos remete para um menu carregado de bom gosto e sofisticação.

Considerado um dos melhores chefs do mundo, Martín Berasategui é natural de San Sebastián, em Espanha, e está no mundo da cozinha desde os 13 anos. Começou no restaurante familiar, tendo passado a responsável máximo com apenas 21 anos. Cinco anos depois, recebeu a sua primeira estrela Michelin. Atualmente, Berasategui é responsável pela cozinha de diversos restaurantes, e é agora, pelas mãos do Grupo SANA, o único chef com dez estrelas Michelin com presença em Portugal. Por seu turno, Filipe Carvalho, um dos mais relevantes nomes do panorama gastronómico português, e que há quatro anos trabalha com Berasategui, é chef executivo e o responsável máximo na cozinha. Tendo passado pelo Feitoria no Altis Belém, pelo Westchester Country Club, em Nova Iorque, com o chef Edward G. Leonard, e Fortaleza do Guincho, ganhou ainda experiência no Vila Joya. Da sua equipa, destaque para Maria João Gonçalves, a chef pasteleira, com experiência em diversos espaços como o Belcanto, o Vila Joya e o Lasarte.

O Grupo SANA, que tem vindo a reforçar a sua aposta no setor da restauração nos últimos dois anos com projetos inovadores como o SUD Lisboa, reforça agora a sua posição com o Fifty Seconds by Martín Berasategui, um projeto vencedor que coloca Lisboa no mapa da restauração a nível internacional. Com uma cozinha panorâmica e proporcionando uma experiência única com um dos maiores chefs do mundo da Alta Cozinha, este é o espaço com personalidade própria para se desfrutar de uma incursão gastronómica cosmopolita e sofisticada.

Artigos relacionados...

O caviar mais exclusivo do mundo

Conheça o precioso Strottarga Bianco

O luxo tranquilo (e de alta qualidade) do Ispylon

Restaurante do The Oitavos com assinatura do chef Cyril Devilliers

Belcanto é o 42.º melhor restaurante do mundo

Projeto de José Avillez reconhecido a nível global

Torre de Palma Wine Hotel recebe jantares ao som da música clássica

Restaurante Basilii um dos palcos do FIMM 2019

Pernod Ricard Portugal lança “The Sommelier” com Sá Pessoa

Projeto inclui jantar mensal exclusivo para 12 pessoas

Os Mais Vistos

Lifestyle

Convento do Seixo Boutique Hotel & Spa propõe programa para relaxar no verão

Lifestyle

Os novos hotéis para férias de sonho

F Luxury no Instagram