PUB
                             
Gourmet - 26.04.2019

Enquanto folheamos a carta, buscando a opção ideal, milhares de vinhos repousam, aguardando, em paciente silêncio, pela sua vez de chegar às mesas. Pelos quatro cantos do globo, são vários os restaurantes que guardam tesouros incomensuráveis. Fomos conhecer as adegas mais valiosas (e secretas) do mundo.

Antes do Verbo, traçado por punhos primitivos e inseguros, já o homem produzia o vinho, néctar de origem incerta, reclamado por lendas pagãs e divinas, e companhia arreigada do discorrer dos séculos e da evolução das civilizações e dos povos. Nascido da uva, fruto anterior à própria humanidade, o vinho, como bebida, foi réu e testemunha, veículo de dor e de prazer, chegando aos nossos dias como líquido precioso, alvo de admiração e de desejo. Com uma produção massiva e competitiva, de níveis qualitativos elevados, destacam-se, dispersos pelo mundo, alguns exemplares de carácter místico e eterno, resultantes de um processo mais ou menos imponderável, que começa na vinha e só termina no cálice do consumidor.

Os melhores vinhos do mundo, peças de incomensurável valor, depositados em silêncio, muitas vezes em segredo, aguardando o momento certo, o apreciador mais digno, para, por fim, se desvendarem em toda a sua plenitude: a perfeição em estado líquido, através da cor, do aroma e do sabor. As garrafas mais desejadas, desfecho de reputadas colheitas, são continuamente procuradas, transacionadas por particulares ávidos e extravagantes, capazes de tornar o mercado do vinho num jogo enigmático e inatingível para a maioria.

No entanto, existem (boas) alternativas. São vários os restaurantes de referência, espalhados pelo globo, que há muito definiram como prioridade oferecer aos seus clientes os melhores vinhos do planeta. As suas notáveis cartas são produto do esforço e do conhecimento de proprietários e sommeliers, e resultado de um processo de pesquisa e de aquisição desenvolvido ao longo de décadas. Nas suas adegas, local sagrado e interdito, milhares de exemplares repousam, por entre corredores e prateleiras misteriosas, acondicionados com o cuidado e o carinho que a sua importância justifica. Ali, no silêncio da semiobscuridade, envolvidos por uma ténue névoa de pó, os melhores vinhos do mundo aguardam pacientemente pela escolha do cliente. Selecionámos seis propostas, restaurantes com adegas míticas, onde encontrará soluções em quantidade e qualidade para uma experiência gastronómica inolvidável.

21 Club (Nova Iorque, EUA)

No coração de Manhattan, a poucos minutos a sul de Central Park, o 21 Club deixa atrás de si um rasto da história da América. Este clube, com restaurante, bar e lounge, foi fundado em 1922 como speakeasy, termo usado para nomear os estabelecimentos que vendiam ilicitamente bebidas alcoólicas durante a Lei Seca, entre 1920 e 1933. À época, o restaurante contruiu uma adega secreta, disponibilizando-se para armazenar alguns dos vinhos mais famosos do mundo (como são exemplos o Montrachet de 1898, o Petrus de 1982 ou o Romanée-Conti de 1880). Esta estrutura permitiu reunir, num espaço único e discreto, valiosas coleções pessoais, que, mesmo após o levantamento das proibições, jamais deixaram de aumentar. O 21 Club mereceu a confiança de ex-presidentes como John F. Kennedy, Richard Nixon e Gerald Ford, e de personalidades como Sophia Loren, Aristóteles Onassis, Ernest Hemingway, Frank Sinatra e Marilyn Monroe, entre outros. A sua adega, ex-libris deste lendário restaurante – visitado por todos os presidentes americanos desde Franklin D. Roosevelt (à exceção de George W. Bush) –, fala-nos sobre todos os que cruzaram as suas portas, depositando, ali mesmo e para sempre, as suas valiosas garrafas.

Enoteca Pinchiorri (Florença, Itália)

Na bela Florença, autêntico museu a céu aberto, o Enoteca Pinchiorri mistura-se com o conjunto de atrações da cidade, com as suas igrejas, pontes e estátuas eternas. Este restaurante, aliás, em nada lhes fica atrás. Considerado o melhor da Toscânia, com três estrelas Michelin, o Enoteca Pinchiorri é reconhecido mundialmente – apreciado como um dos melhores por várias listas especializadas – pela sua excelência e perfeição, tanto nos pratos, como no atendimento. Inaugurado em 1972, propriedade de Giorgio Pinchiorri e Annie Féolde, o restaurante tem como principal atração a sua adega, considerada a mais valiosa de toda a Itália. Giorgio Pinchiorri começou a colecionar exemplares há mais de 50 anos e hoje reúne no espaço mais de 70 mil garrafas, com natural preferência por peças clássicas e vintage. Entre os rótulos históricos, é possível encontrar uma garrafa do primeiro Tignanello vintage, assinada pelo próprio Sr. Antinori, e do Matusalém de Romanée-Conti 1985. Embora o valor desta adega seja impossível de calcular, várias estimativas apontam para números próximos dos cem milhões de euros.

Monvínic (Barcelona, Espanha)

O Monvinic, junto à Praça da Catalunha, é o local ideal para começar ou terminar um passeio pela cidade condal. O restaurante, com uma estrela Michelin, gira em torno da sua adega, um empreendimento único, resultante de anos de pesquisa e recolha apaixonada, com o objetivo de refletir, da forma mais fiel possível, a incrível diversidade que brota das regiões vinícolas espalhadas pelos cinco continentes. Uma adega que é continuamente atualizada e onde uma equipa de sommeliers, liderada por Isabelle Brunet (premiada com o prémio “Melhor Empregada Chefe 2018”, pela Academia Catalã de Gastronomia), investe, diariamente, o seu conhecimento. A adega do Monvínic procura exprimir o dinamismo extraordinário do mundo do vinho, com a introdução regular na sua carta de novos produtores e novas regiões. Sem abdicar dos clássicos, reservando um elevado leque de opções aos seus clientes, o restaurante assume a obsessão de garantir que todos os vinhos sejam apreciados, prestando, assim, uma homenagem ao trabalho incansável dos produtores, e dos seus produtos de excelência.

Robuchon au Dôme (Macau, China)

O Robuchon au Dôme, localizado no topo do Grand Lisboa Hotel, em Macau, possui a mais extensa (e mais exclusiva) adega de vinhos da Ásia. A coleção, com cerca de 17 mil vinhos, já mereceu a inclusão na lista de Melhores Vinhos do Mundo (em 2016), tendo vindo a receber, anualmente, desde 2015, o Grand Award da Wine Spectator. O Robuchon au Dôme, premiado com três estrelas Michelin (há dez anos consecutivos), oferece um excelente menu inspirado na gastronomia francesa, meticulosamente trabalhado pelo chef Joël Robuchon – recordista mundial de estrelas Michelin. O restaurante, situado a 238 metros de altura, permite aos seus clientes usufruírem de uma vista magnífica sobre o território de Macau. Por detrás das vitrines de vidro, os gabinetes de vinho estão repletos de esculturas, representando o famoso château do vinho, projetado e produzido pelo visconde Linley, conceituado fabricante inglês de móveis.

L'and Vineyards (Montemor-o-Novo, Portugal)

O restaurante L'and Vineyards, em Montemor-o-Novo, proporciona uma notável experiência gastronómica de carácter vinícola. Situado num complexo pensado ao pormenor, construído em 2011, pelo ateliê Promontorio Arquitectos, este espaço reúne tudo o que um amante de bons vinhos procura: a arquitetura contemporânea, rodeada por vastas vinhas, permite ao visitante beneficiar, em simultâneo, da beleza, do conforto e do sabor. Assumindo uma filosofia de adega tradicional, o restaurante L'and, com uma estrela Michelin, e liderado pelo chef Miguel Laffan, proporciona viagens gastronómicas de excelência, através de menus de degustação que acompanham o evoluir das estações e uma carta de vinhos diversificada e de alta qualidade, que mantém, invariavelmente, uma forte ligação à terra e ao Alentejo.

Tour d’Argent (Paris, França)

Localizado perto das margens do rio Sena, o majestoso Tour d'Argent, o mais antigo restaurante de Paris, continua a marcar a história da gastronomia francesa e mundial, mantendo uma inviolável premissa de qualidade. As suas origens remontam ao século XVI e, desde 1911, é propriedade da família Terrail. Desde essa época, cultiva uma das mais fortes listas de vinhos do mundo. A sua carta tem 400 páginas e oferece mais de 14 mil vinhos. Os amantes do vinho podem explorar as profundezas de Bordéus, Borgonha, Ródano, Champagne, Alsácia, Loire e outras províncias icónicas. O restaurante tem uma famosa adega com mais de 500 mil garrafas – justificadamente vigiada como um tesouro (24 horas por dia, sete dias por semana). Entre os clientes célebres que visitaram o Tour d’Argent destacamos o presidente norte-americano Theodore Roosevelt, o imperador japonês Hirohito, a rainha IsabeI II, e nomes como Winston Churchill, Charles Chaplin, Grace Kelly, entre outros.

Aldo’s - Vinoteca y Restorán (Buenos Aires, Argentina)

O Aldo’s converteu-se num templo do vinho e da alta gastronomia. Localizado no coração de Buenos Aires, no histórico bairro de San Telmo, o restaurante reúne uma das melhores caves da cidade, tendo reforçado, nos anos mais recentes, o estatuto de melhor local da cidade para descobrir e desfrutar dos grandes vinhos argentinos. Com uma coleção invejável, reunindo cerca de 500 caixas, o Aldo’s oferece aos seus clientes opções diversificadas, incluindo grandes produtores e rótulos de boutique. A escolha é feita pelo conceituado sommelier Aldo Graziani, juiz do Decanter World Wine Awards, e principal responsável pelo crescimento (e reconhecimento) deste espaço. O Aldo’s é o lugar ideal para viver uma experiência gastronómica inesquecível, para a qual contribui, igualmente, o talento e experiência do chef Maximiliano Matsumoto.

Artigos relacionados...

O caviar mais exclusivo do mundo

Conheça o precioso Strottarga Bianco

O luxo tranquilo (e de alta qualidade) do Ispylon

Restaurante do The Oitavos com assinatura do chef Cyril Devilliers

Belcanto é o 42.º melhor restaurante do mundo

Projeto de José Avillez reconhecido a nível global

Torre de Palma Wine Hotel recebe jantares ao som da música clássica

Restaurante Basilii um dos palcos do FIMM 2019

Pernod Ricard Portugal lança “The Sommelier” com Sá Pessoa

Projeto inclui jantar mensal exclusivo para 12 pessoas

Os Mais Vistos

Lifestyle

Os cabriolés topo de gama para 2019

Lifestyle

Convento do Seixo Boutique Hotel & Spa propõe programa para relaxar no verão

F Luxury no Instagram