PUB
                             
Lifestyle - 22.01.2019

Mafra, Coimbra e Rio de Janeiro – nestas localidades encontram-se as bibliotecas portuguesas que figuram na lista das mais bonitas do mundo. Uma biblioteca que começou por servir um convento, outra é universitária, mas possui uma aparência palaciana, e, por último, a que nasceu como gabinete de leitura a propósito de um poeta português e se situa no Brasil. Este trio consta no“The World’s Most Beautiful Libraries”.

Regra geral, quando algum meio internacional faz uma lista das mais belas bibliotecas do globo, inclui sempre um exemplo português. Porém, e ainda que o pretexto do mais recente ranking seja em forma de livro — “The World’s Most Beautiful Libraries” da Taschen, um coffee table book que convida à viagem pelas melhores bibliotecas — agora foram consideradas três, e uma delas “reside” no Brasil: o Real Gabinete Português de Leitura, no Rio de Janeiro, uma instituição cuja atividade se deve hoje e em boa parte a portugueses e lusodescendentes; a Biblioteca Joanina, em Coimbra; e a do Palácio-Convento de Mafra.

Neste mega livro de 550 páginas, a fotografia do italiano Massimo Listri assume todo o protagonismo. Os textos estão a cargo de Georg Ruppelt, diretor de bibliotecas e autor de monografias em torno da história do livro e da cultura, e de Elisabeth Sladek, uma académica que se especializou em arte e arquitetura do barroco.

O “The World’s Most Beautiful Libraries” apresenta uma lista de 17 bibliotecas de Itália, o país que mais atrai a objetiva de Massimo Listri, mas o livro abre precisamente com um capítulo dedicado ao sul da Europa, onde se inserem Portugal e Espanha. Focando-se nas portuguesas, sabemos que o Real Gabinete Português de Leitura se situa na Rua Luís de Camões, bem no centro do Rio de Janeiro, e que a sua construção começou em 1880 precisamente para assinalar os 300 anos da morte do poeta autor de “Os Lusíadas”, e que se deveu à iniciativa de 43 portugueses imigrantes, muitos deles homens de negócios, outros refugiados políticos, segundo Elisabeth Sladek. O seu interior, onde hoje está a maior coleção de livros portugueses fora de Portugal, é uma homenagem ao gótico tardio.

Já a Biblioteca Joanina, construída a mando de D. João V (1689-1750), foi erigida a 17 de julho de 1717, dando-se a obra como praticamente concluída 11 anos depois. Trata-se de uma biblioteca implantada na universidade mais antiga do país, com estantes de madeira escura decoradas em dourados, chão de pedra com padrão geométrico, arcos sumptuosos que dividem os três espaços e tetos pintados.

Por último, a biblioteca do Palácio-Convento de Mafra, concebida pelo arquiteto Manuel Caetano de Sousa e completada em 1771, “é considerada uma das mais magníficas bibliotecas do (período) rococó em todo o mundo” e mantém “intacta a sua aparência histórica”, enaltece Elisabeth Sladek, lembrando em seguida que, tal como a de Coimbra, trata-se de um projeto de D. João V que só é tido como terminado no reinado do seu filho, D. José I. Entre os seus “cenários” compostos por 36 mil volumes, o artigo destaca as partituras originais para o “famoso conjunto de seis órgãos da basílica do palácio”, único no mundo, e a bula papal de 1745, assinada por Bento XIV, o que a torna verdadeiramente singular. Este monumento, que pretende vir a tornar-se património mundial, figura habitualmente na lista das mais importantes ou das mais bonitas do mundo. Razão pela qual também foi mencionada no artigo “Arquitetura Brilhante – As Bibliotecas Mais bonitas do Mundo” da edição n.º 6 da F Luxury Magazine (disponível na nossa app).

 

Artigos relacionados...

As novas tendências no consumo de luxo

As preferências dos consumidores

O renovado e (ainda mais) poderoso Lamborghini Huracán Evo

Fabricante de Sant’Agata Bolognese apresenta novidade para 2019

Castelo Branco já tem hotel de cinco estrelas

Descubra o Convento do Seixo Boutique Hotel & Spa no Fundão

Uma Páscoa diferente

Um dia em família no Oriente de Lisboa

Damien Hirst desenha a suíte mais cara do mundo

Viagem até ao luxo de Las Vegas

Os Mais Vistos

Lifestyle

Um dia em família no Oriente de Lisboa

Lifestyle

As preferências dos consumidores

F Luxury no Instagram