PUB
                             
Lifestyle - 12.02.2019

Macau é, cada vez mais, um atrativo destino de viagem que se tem vindo a impor. Este pequeno território, que partilhou com Portugal mais de 450 anos de história e é, desde 1999, uma das regiões administrativas especiais da República Popular da China, tem toda uma panóplia de interessantes novidades para descobrir, assente em modernas infraestruturas hoteleiras premium e uma oferta muito abrangente e diversificada na indústria do entretenimento. Em vésperas do Ano do Porco chinês, partimos à descoberta de Macau…

Macau possui um legado histórico de abertura ao mundo e a diferentes culturas, o que motiva um especial interesse e atração. Atualmente, é um dos destinos com maior crescimento turístico e económico em todo o mundo, devido ao seu património histórico e ao desenvolvimento da indústria do lazer e do turismo de negócios. O Forbes Travel Guide Star Rating, guia de referência de hotéis, spas e restaurantes, elegeu Macau como o melhor destino de 2015, à frente de Hong Kong, Las Vegas, Nova Iorque, Londres e Tóquio. No que diz respeito à hotelaria de luxo, uma área de extrema exigência, Macau já é considerado o Centro Mundial de Turismo e Lazer.

Comecemos por falar das atrações turísticas de Macau, que se encontra dividido em 4 grandes áreas: a cidade histórica, Taipa, Cotai e Coloane. A maior parte do atrativo turístico situa-se no centro histórico, classificado como Património Mundial da UNESCO em 2005, onde se destaca a Fortaleza do Monte, construída entre 1617 e 1626 para proteger a cidade. Hoje, a fortaleza abriga um belo jardim e é um dos melhores lugares para apreciar a cidade. No seu interior, deparamo-nos com o Museu de Macau, composto por coleções que refletem a história e a cultura deste território e do seu povo. Aqui, apercebemo-nos que a riqueza e a singularidade de Macau reside na mistura entre portugueses e chineses, o que resulta numa cidade peculiarmente interessante. Bem ali ao lado, temos a fachada da Igreja de São Paulo, o verdadeiro ex-líbris de Macau. Outro ponto de interesse são os vários templos existentes. Desde o pequeno templo budista Na Tcha ao templo A-Ma, um dos templos taoistas mais antigos da cidade. Pelas escadarias, é possível subir até ao topo da colina, onde nos podemos deparar com imagens budistas e incensos. O templo não é uma mera atração turística de Macau, é, sobretudo, um centro religioso, pelo que merece uma visita respeitosa. O Largo do Senado é outra atração a ter em conta. Passeando em pleno coração de Macau, e pelas redondezas, é possível deixarmo-nos surpreender pela arquitetura colonial. Se procuramos por algo mais enérgico, que proporcione adrenalina, a opção recai numa visita à Torre de Macau. Uma vez lá, podemos saltar de um bungy jump de 233 metros de altura, considerado pelo Guiness, livro dos recordes, como o bungy jump comercial mais alto do mundo.

Em Coloane, aproveitamos a tranquilidade deste antigo bairro e desfrutamos de iguarias locais. Deixamo-nos envolver pela brisa do mar e aproveitamos para repousar. Se optarmos por um roteiro mais cultural, é obrigatório visitarmos os vários museus da ilha, de onde destacamos o Centro de Ciência de Macau, o Centro Cultural de Macau, o Pavilhão do Panda Gigante de Macau, o Museu de Arte de Macau ou o Museu das Ofertas sobre a Transferência de Soberania de Macau.

 

Estadia

Para passar a noite, existem hotéis em todas as áreas, mas o melhor lugar para ficar é a região de Cotai, endereço dos casinos e dos hotéis mais luxuosos. Por exemplo, o Sheraton Grand Macao, na Cotai Strip, está bem perto dos novos casinos, de shopping centres e restaurantes internacionais. De referência, e na mesma zona, ficam também o The Ritz-Carlton, Nüwa Macau, Banyan Tree Macau, Four Seasons Hotel Macao, Grand Hyatt Macau e o The St. Regis Macao. Todos hotéis de cinco estrelas que partilham um gosto requintado na elegante decoração e arquitetura, comodidades de topo e serviço de classe mundial.

De noite, esta Cotai Strip transforma-se, ela própria, numa atração turística, com as suas múltiplas luzes e brilhos. Cotai, um aterro que uniu as ilhas de Coloane e de Taipa, é a imagem da nova Macau, cidade que fatura mais do que todo o estado norte-americano do Nevada. Definitivamente, aqui encontramos uma outra versão de Macau, um verdadeiro mundo de excessos, com um lago com gôndolas venezianas e até uma Torre Eiffel. Os casinos funcionam 24 horas por dia e todos os hotéis que se situam na Cotai Strip têm o seu próprio casino. Por isso mesmo, se jogar for o intuito do viajante, em qualquer lugar que se escolha para hospedar pode facilmente encontrar, à sua disposição, uma mesa de póquer. Por falar em casinos, uma outra sugestão do que fazer em Macau é, sem dúvida, visitar o Casino Lisboa. Este foi um dos primeiros casinos a surgir na ilha e possui, por isso, uma atraente arquitetura.

Um dos últimos hotéis de luxo a abrir foi o Hotel Morpheus, o último sonho de Zaha Hadid tornado realidade. Um edifício que se assemelha a um exoesqueleto, com vários buracos no meio da fachada, destacando-se, por isso, da arquitetura tradicional. É um dos últimos projetos da malograda estrela da arquitetura mundial e faz parte de um grande complexo turístico projetado para Macau, apelidado de City of Dreams.

Falando ainda de arquitetura e engenharia, agora é possível atravessar, ou apenas admirar, a ponte que liga Hong Kong, Zhuhai e Macau, considerada a maior travessia marítima do mundo, com uma estrutura principal de 29,6 quilómetros, dividida numa secção em ponte de 22,9 quilómetros e um túnel subaquático de 6,7 quilómetros. Com esta ponte, Hong Kong fica mais acessível a partir de Macau, o que constitui mais um atrativo na visita a esta ilha, que, tal como Hong Kong, goza de autonomia alargada, de liberdade de expressão e poder judicial independente.

 

Gastronomia

Um dos melhores aspetos de viajar é o de podermos experimentar novas gastronomias. Em cada esquina de Macau, é possível encontrar um restaurante que sirva receitas locais, numa interessante fusão entre pratos portugueses e chineses. Mas além da cozinha tradicional, em Macau encontramos restaurantes internacionais que servem pratos do mundo inteiro. Macau possui três restaurantes com três estrelas Michelin: o Robuchon au Dôme, o Jade Dragon e o The Eight, No final de 2017, Macau foi incluída na lista das Cidades Criativas da UNESCO, na área da Gastronomia, o que se deve ao grande número de experiências culinárias que Macau proporciona.

 

Shopping

Em Macau, a oferta é variada. Saiba que há um stand da Rolls Royce, bem no centro da cidade, paredes meias com a Porsche. Com a abertura recente de mais dois grandes resorts no Cotai Strip, algumas lojas de artigos de luxo aproveitam a oportunidade para se fixarem no território. Mais de 46 mil m2 foram acrescentados à área dedicada ao comércio de luxo em Macau, com a abertura do The Parisian e do Wynn Palace, com mais de duas centenas de lojas que proporcionam as últimas novidades em alta costura, joalharia e relojoaria.

 

Noite

Se depois de toda esta atividade a prioridade for relaxar, Macau dispõe de um grande número de bares e pubs ao longo da Avenida Dr. Sun Yat-Sen, junto à estátua de Kun Iam. Nesta localização pitoresca, virada para o Porto Exterior e para o Rio das Pérolas, pode apreciar um pouco de música, enquanto observa os barcos a passarem. A música que se faz ouvir nos bares é verdadeiramente cosmopolita, com ritmos brasileiros, portugueses, ingleses, africanos e asiáticos. A vida noturna de Macau é famosa pela sua variedade e ritmo intenso. Nas discotecas mais in da cidade, irá encontrar DJs, tanto locais como de renome internacional, com os mais recentes sucessos musicais.

Macau, mais do que nunca, merece mesmo uma visita e uma estadia demorada. Pela sua diversidade multicultural, pelo seu espaço urbano com charmosos edifícios, pelos traços da herança lusa, por se ter tornado a Las Vegas de toda a Ásia, pelas ricas e elitistas áreas da cidade, pelo jogo, mas, sobretudo, pelos sonhos que faz incorrer.

Artigos relacionados...

Pousadas de Portugal – As Sete Maravilhas

Os segredos mais bem guardados

Bugatti “La Voiture Noire” brilha em Genebra

O automóvel mais caro de sempre dá-se a conhecer

O novo hotel de cinco estrelas em Itália

Masseria Torre Maizza reabre em maio

Uma Montblanc especial para o Dia do Pai

James Dean Special Edition conquista a eternidade

O Dia do Pai mais perfeito no The Oitavos, em Cascais

Ofereça momentos de luxo e tranquilidade

Os Mais Vistos

Lifestyle

Os segredos mais bem guardados

Lifestyle

O automóvel mais caro de sempre dá-se a conhecer

F Luxury no Instagram