PUB
                             
Lifestyle - 26.04.2019

Ao nos prepararmos para uma viagem, seja de negócios ou de lazer, as decisões sobre roupas, calçados e acessórios podem, já por si, resultar complicadas. Não importa o clima ou a ocasião. Depois de escolhermos precisamos de uma elegante mala para nos acompanhar em viagem e transportar o nosso guarda-roupa de forma segura. A variedade de marcas premium de malas de viagem oferece-nos hoje funcionalidade e design, com modelos que vão desde a simplicidade elegante a visuais arrojados e em conformidade com as tendências. Em suma, para onde quer que viajemos, a nossa mala deverá ser tão chique quanto útil. Da Samsonite à Louis Vuitton, conheça as nossas escolhas das linhas de bagagem de luxo.

Louis Vuitton

Viagens glamorosas e malas de luxo andam de mãos dadas, mas quando se trata, efetivamente, de malas premium, uma marca tem vingado como símbolo máximo: Louis Vuitton. Hoje, pode ser uma das maiores e mais lucrativas marcas de luxo do mundo, um sinónimo de indulgência de Pequim a Nova Iorque, mas as origens da Louis Vuitton são bem mais humildes… O próprio monsieur Vuitton chegou a Paris, em 1837, como aprendiz de artesão de malas do senhor Marechal, que lhe ensinou a produzir malas e baús robustos e de alta qualidade para clientes exigentes. Dezassete anos depois, Vuitton separou-se do seu mestre e abriu a sua própria oficina perto da Place Vendôme – e foi só em 1896, quatro anos após a sua morte, que a primeira tela produzida com o monograma LV se tornaria icónica.

A história da marca tem sido assinalada pelo sucesso junto das pessoas mais elegantes do mundo. Coco Chanel carregou as suas malas, assim como Hélène Rochas. O duque e a duquesa de Windsor, que eram muito festivos, viajavam com um baú de guarda-roupa da marca. Audrey Hepburn, Catherine Deneuve e Lauren Bacall foram apenas algumas das lendárias atrizes do século XX que aderiram ao monograma; mais recentemente, estão nas mãos de figuras como Kim Kardashian West, Sarah Jessica Parker e Rihanna.

Hermès

A Hermès é uma marca francesa conhecida pelas suas carteiras e acessórios de luxo. O que muita gente não sabe é que também é responsável pelas malas de viagem mais luxuosas e caras do mercado, em parte porque possuem a garantia de uma confeção meticulosa e com materiais de primeira qualidade. A Hermès é conhecida por fabricar malas por encomenda, que podem ser personalizadas de acordo com o gosto do cliente. A mais recente coleção de malas de viagem da Hèrmes, a Calèche-Express Luggage, feita de couro e tecnologia à prova de água, é composta por duas malas, uma maior e outra menor, e uma bolsa de mão com alça ajustável, ideal para carregar no ombro e manter as mãos livres para lidar com os bilhetes e o passaporte.

Montblanc

A Montblanc pode fazer as melhores canetas do mundo, mas também oferece acessórios e bens de viagem não menos brilhantes ou reconhecidos. A sua linha Trolley, com malas de policarbonato e acabamentos em couro, proporciona resiliência superior e uma estética elegante em igual medida. Sendo uma marca reconhecida por acompanhar os seus clientes em muitos momentos das suas vidas, uma linha completa de malas era definitivamente o que estava em falta nesta marca de luxo. A Trolley Collection, que compreende cinco malas de viagem, combina estilo, funcionalidade e personalização para o viajante moderno e conectado.

Prada

Certamente, já conhece bem a marca Prada, uma casa de moda italiana da mais alta estirpe. Por isso, e naturalmente, os equipamentos e acessórios de viagem da marca não são exceção aos seus padrões de excelência. Esta prestigiosa marca oferece malas de viagem de luxo que durarão toda uma vida e manter-se-ão sempre impecáveis. Na confeção das suas malas, a Prada usa o couro Saffiano, que é patenteado pela marca. O material é confecionado em texturas de linhas com espaços mínimos, formando desenhos diagonais. Este couro é produzido por máquinas e, na maioria das peças, é feito com pele de bezerro. Em 2016, a Prada criou o serviço “Travel Made to Order”, em que os clientes podem personalizar as suas bagagens e escolher os materiais, cores e ainda o modo como o logotipo da marca é colocado nas malas (gravado ou com letras de metal). O viajante tem ainda a opção de incluir as suas iniciais na sua mala.

Hartmann

Basta olharmos para a linha de viagem de prestígio da Hartmann e já nos sentimos como se estivéssemos de férias. Isto porque o equipamento de viagem premium da marca traz consigo um ar de lazer diferenciado. Serão as suas cores elegantes? O couro de primeira? Pode ser tudo isto e muito mais. Mais do que ser uma das melhores e mais antigas marcas de malas de viagem, produzindo artigos de viagem feitos de couro há mais de 135 anos, a Hartmann é uma conceituada marca perene de muito bom gosto. Hartmann possui um orgulhoso legado do melhor artesanato, que remonta a 1877 e a sua visão original em criar "linhas de viagem tão finas, que permanecerão como um símbolo de excelência", mantém-se até hoje.

Samsonite

Este é um nome que se reconhece sem dificuldade… A Samsonite conquistou um número substancial de clientes por si só, independentemente de qualquer grande manifestação de Hollywood. Na verdade, a Samsonite é líder global há mais de um século, ao ponto de o próprio nome ser basicamente sinónimo de bagagem rígida, leve e aparentemente indestrutível. Se não quiser perder tempo na escolha de malas de viagem, a Samsonite é sempre uma boa aposta, razão pela qual a marca existe há mais de 100 anos e, provavelmente, estará entre nós por mais outros 100. E porque sabemos que viajar de avião consome uma enorme quantidade de energia e produz um grande volume de emissões CO2, a marca lançou não uma, mas duas linhas de malas de viagem ecológicas: a S’Cure Eco e a Spark SNG Eco, onde os materiais utilizados no processo de fabrico são todos reciclados.

Rimowa

Para distinguir as malas de viagem da Rimowa das restantes basta ter em conta os frisos visíveis e a sua durabilidade excecional. Tudo surgiu por acaso, quando o filho do fundador da marca, Richard Morszeck, começou a usar o alumínio na criação das suas malas depois de todos os outros materiais de produção terem sido destruídos num incêndio. Hoje em dia, é possível escolher entre o alumínio e o policarbonato. Também têm vindo a ser apresentadas atualizações modernas, como etiquetas eletrónicas integradas.

Marca alemã de referência na produção de malas premium, com material de alta tecnologia, a Rimowa foi fundada em 1898, em Colónia. Somente a partir da década de 1920, é que a marca passou a ser olhada como um item de luxo, e apenas em 1937 é que o alumínio foi usado como o composto perfeito, graças à sua aparência leve, elegante e robusta. Outro diferencial da marca é o seu design inconfundível, devido à estrutura com frisos presente na parte exterior das malas. Depois de uma colaboração bem-sucedida com a Fendi, a Rimowa fez parceria com outro gigante da moda, a Supreme. Sempre a inovar, e sem nunca deixar de ser trendy.

Globe-Trotter

Poucas marcas captam o espírito de património como a Globe-Trotter. Na verdade, a marca possui o tipo de bagagem literalmente adequado à realeza, já que figuras como a rainha Isabel II estão incluídas entre os inúmeros clientes de prestígio da marca. Classificá-la como uma das melhores marcas de malas de luxo é praticamente redundante. A sua reputação fala por si mesma.

Atualmente sinónimo de design britânico, a Globe-Trotter é uma marca nascida na Alemanha. Fundada por David Nelken, na Saxónia, a empresa mudou-se para o Reino Unido em 1932, onde permanece desde então. Todas as malas e acessórios de viagem Globe-Trotter continuam a ser feitos à mão em Hertfordshire, em Inglaterra, por artesãos altamente qualificados, usando métodos e máquinas de fabrico originais que remontam à época vitoriana. Ao longo de 120 anos, a filosofia da marca permaneceu inalterada: uma integridade intransigente do artesanato. Para além de a Globe-Trotter ter surgido no cinema, mais recentemente como a bagagem escolhida por James Bond em Spectre, a marca já fez parcerias com a Gucci, Hackett, Vivienne Westwood, Agent Provocateurs, entre outras, e uma coleção cápsula com os Rolling Stones.

Delsey

Esta marca parisiense que nasceu em 1946, começou por fazer apenas capas de couro para câmaras e equipamentos fotográficos. Só a partir de 1970 é que a Delsey deu os seus primeiros passos no mundo das malas de viagem, com a Delsey Airstyle, a sua primeira linha de malas rígidas. Desde então, a marca continuou a crescer e a adaptar-se, oferecendo produtos cada vez mais inovadores, leves e funcionais. A linha de viagem da Delsey permanece fiel às suas origens francesas e apresenta uma estética única e elegante, facilmente identificável. As bordas curvas da marca e o logotipo em forma de geleia permitem que todos os viajantes saibam que os produtos são, sem dúvida, Delsey.

Depois de 7 décadas e com presença em mais de 100 países, a Delsey está mais sólida do que nunca. Tal resulta numa linha de viagem que é inegavelmente francesa, inovadora, com um estilo subtil e que não leva em consideração as convenções. São malas com sinónimo de design audacioso e funcionalidade, além de segurança e resistência.

Artigos relacionados...

O intemporal Meisterstück Le Petit Prince Edição Especial

Montblanc conta uma nova história de imaginação e aprendizagem

Audi Q8: a oitava dimensão

Conheça o novo membro da família Q

Lamborghini Huracán EVO: um superdesportivo impressionante

Nova versão atinge 325 km/h, e faz 2,9 segundo dos 0 a 100 km/h

As propostas-tendência da SLH para 2019

Cinco viagens de sonho para este verão

Montblanc assinala 10.º aniversário em Portugal

Marca alemã quer continuar a crescer

Os Mais Vistos

Lifestyle

Nova versão atinge 325 km/h, e faz 2,9 segundo dos 0 a 100 km/h

Lifestyle

Cinco viagens de sonho para este verão

F Luxury no Instagram