PUB
                             
Lifestyle - 26.04.2019

África é um dos continentes mais ricos e inspiradores do mundo. Em cada país, podemos encontrar uma biodiversidade diferente, cenários distintos e encantos variados. Ao longo da sua costa, no Oceano Atlântico e no Oceano Índico, ficam algumas das paisagens naturais mais belas e mais bem preservadas do mundo. De São Tomé e Príncipe à Tanzânia, na costa oriental, há arquipélagos que são refúgios perfeitos para desfrutar das temperaturas quentes do Hemisfério Sul. Verdadeiros paraísos tropicais, alguns ainda inexplorados pelos turistas, onde os bancos de areia branca se misturam com a água transparente do mar cristalino e a vegetação nativa se mantém intacta. Conheça “os segredos mais bem guardados” do continente mais antigo do mundo…

 

Príncipe

Onde: São Tomé e Príncipe

Reserva Mundial da Biosfera, a ilha do Príncipe é a segunda maior ilha do arquipélago de São Tomé e Príncipe, constituído por duas ilhas principais: a ilha de São Tomé e a ilha do Príncipe. Com apenas 6 mil habitantes, a ilha do Príncipe possui praias deslumbrantes e praticamente virgens, onde pode contemplar a beleza inesquecível da vegetação exuberante da sua floresta tropical. Localizada no golfo da Guiné, esta pequena ilha é um refúgio tranquilo, onde também pode degustar os sabores exóticos da cozinha local e desfrutar de passeios invulgares, como expedições de canoa com pescadores, passeios guiados pela floresta ou safaris todo-o-terreno. Descubra ainda as plantações de cacau, café e baunilha.

Onde ficar: Bom Bom Príncipe Island (www.bombomprincipe.com)

 

Bazaruto

Onde: Moçambique

O arquipélago de Bazaruto abrange um grupo de três Oceano Índico, ao longo da costa de Moçambique. As ilhas alongam-se de norte a sul numa extensão de 55 quilómetros e estão a uma distância de apenas 15 quilómetros do continente africano. Classificado como “Parque Nacional” e protegido pela World Wildlife Fund (WWF), este arquipélago oferece, além de uma enorme diversidade de flora e fauna, praias semi-selvagens, enquadradas em cenários naturais de rara beleza. As ilhas podem ser exploradas em passeios a cavalo ou safaris. Os mergulhos são outra experiência imperdível e permitem nadar ao lado de cardumes de peixes, raias ou tartarugas. A gastronomia é feita à base de marisco e peixe fresco apanhado pelos poucos pescadores locais.

Onde ficar: Anantara Bazaruto Island Resort (www.anantara.com/en/bazaruto-island)

 

Zanzibar

Onde: Tanzânia

O arquipélago de Zanzibar, localizado a escassos quilómetros da costa da Tanzânia, é um lugar deslumbrante para “fugir do mundo”. A “jóia azul-turquesa” do Oceano Índico é composta por duas ilhas (Zanzibar e Pemba) que estão separadas do continente através do Canal de Zanzibar. A sua atmosfera exótica é “condimentada” pelos cheiros das especiarias produzidas localmente, como o cravinho, a noz-moscada, a pimenta-do-reino e a canela. Não é por acaso que também é conhecida por ser “a ilha das especiarias”. A sua capital, Stone Town ou Cidade da Pedra, é a sua “alma”. É lá que podemos encontrar os mercados, as lojas, os museus, e as casas de estilo indiano ou os prédios coloniais que refletem o seu passado. No centro da ilha, encontra-se a reserva florestal de Jozani com muitas espécies raras e a reserva de Ngezi com árvores que não se encontram em nenhum outro lugar do mundo.

Onde ficar: Zuri Zanzibar (www.zurizanzibar.com)

 

Maurícia

Onde: Ilhas Maurícias

A ilha Maurícia é a maior e a mais importante ilha do arquipélago das Maurícias, localizado em pleno Oceano Índico, a 2 mil quilómetros do Sudeste africano e a 800 quilómetros da ilha de Madagáscar. Rodeadas por uma barreira de coral, as ilhas Maurícias são conhecidas pelo seu mar calmo, água azul-turquesa e areia branca. As quedas de água Les 7 Cascades, a sua capital Porto Luís e a montanha Le Morne Brabant, situada a 515 metros de altitude e com uma excecional vista para o mar, são locais imperdíveis nesta ilha de sonho. A pequena vila Grand Baie, situada a norte da ilha, é o seu maior centro turístico. Para dias mais calmos, a inabitada Île aux Cerfs é o lugar ideal para desfrutar de mergulhos de mar sossegados. É nesta pequena ilhota que podemos encontrar as praias com a areia mais fina e branca do arquipélago e um dos melhores hóteis do mundo: o Le Touessrok Sun.

Onde ficar: Trou aux Biches Villas – Beachcomber (www.beachcomber-hotels.com)

 

Mahé

Onde: Seychelles

Um verdadeiro paraíso terrestre a flutuar no Oceano Índico e um dos lugares mais exclusivos do mundo. Tão pequenas que mal aparecem no mapa-mundo são, no total, 115 ilhas de uma beleza natural quase irreal. Seychelles é o país mais pequeno de África e a maioria da sua população está concentrada nas suas ilhas principais: Mahé, a mais desenvolvida, Praslin, a segunda maior do arquipélago, e La Digue, conhecida pelas suas pedras de granito. As chamadas “ilhas externas” permanecem quase intocadas, oferecendo paisagens de tirar o fôlego. A ilha Mahé é a ilha principal do arquipélago e oferece 65 praias de areia clara e águas cristalinas, além do Parque Nacional Marinho de St. Anne, onde se pode fazer passeios de barco para observar a fauna local. É na parte norte da ilha, que estão localizadas as praias mais habitadas, com destaque para a Beau Vallon. Já na parte sul, pode encontrar as mais intactas, como Anse Forbans. Além de dezenas de praias incríveis, há inúmeras atividades que prometem experiências inesquecíveis como excursões de pesca e mergulho, passeios a cavalo, desportos aquáticos, campos de golfe e espetáculos de dança e música típicas.

Onde ficar: Constance Ephelia (www.constancehotels.com)

 

Sainte-Marie

Onde: Madagascar

Cercada pelas águas do Oceano Índico, é considerada a quarta maior ilha do mundo e está situada a cerca de 400 quilómetros da costa Oriental de África. Ainda pouco explorada pelo turismo de luxo, Madagascar promete ser a nova tendência do continente africano. A paisagem desta ilha, descoberta por portugueses, é semelhante à das ilhas Seychelles. Formações rochosas e corais, mar azul-turquesa, águas calmas e cristalinas, coqueiros e praias desertas de areia branca, além de espécies endémicas únicas, como os lémures. Madagascar, também conhecida por “ilha vermelha”, contempla ainda um dos maiores índices de biodiversidade do planeta, graças à riqueza da sua fauna e flora, visível nas paisagens do seu território que oferecem cenários de uma beleza selvagem única no mundo, desde terraços de arroz, planaltos e montanhas até às florestas tropicais e savanas. A pequena ilha tropical Sainte-Marie está localizada a leste da ilha principal (Madagascar) e está repleta de praias e recifes, além das suas típicas aldeias. Na parte sul, a costa é cercada por hotéis e resorts que culminam na pequena ilha Île aux Nattes, um verdadeiro “cartão-postal” paradisíaco.

Onde ficar: Princesse Bora Lodge & Spa (www.princesse-bora.com)

Artigos relacionados...

O intemporal Meisterstück Le Petit Prince Edição Especial

Montblanc conta uma nova história de imaginação e aprendizagem

Audi Q8: a oitava dimensão

Conheça o novo membro da família Q

Lamborghini Huracán EVO: um superdesportivo impressionante

Nova versão atinge 325 km/h, e faz 2,9 segundo dos 0 a 100 km/h

As propostas-tendência da SLH para 2019

Cinco viagens de sonho para este verão

Montblanc assinala 10.º aniversário em Portugal

Marca alemã quer continuar a crescer

Os Mais Vistos

Lifestyle

Nova versão atinge 325 km/h, e faz 2,9 segundo dos 0 a 100 km/h

Lifestyle

Cinco viagens de sonho para este verão

F Luxury no Instagram