PUB
                             
Tendências / Desfiles - 11.01.2019

Os Globos de Ouro abriram a award season em Hollywood. A 76.ª edição do evento teve lugar no Beverly Hills Hilton, em Los Angeles, e contou com Andy Samberg e Sandra Oh como anfitriões. Antes do evento – que premeia os melhores da indústria cinematográfica pela Hollywood Foreign Press Association – as atenções estiveram centradas, como habitualmente, na passadeira vermelha, onde os mais famosos produtores, realizadores e atores voltaram a deslumbrar.

O ano passado, o desfile encheu-se de preto, no rescaldo do #MeToo. Desta vez, o movimento Time's Up esteve representado de forma mais subtil, nas fitas e laços pretos e brancos que alguns dos atores usaram. A noite ficou marcada por um desfile com muita cor, mas também por um grande número de vestidos pretos e brancos. Sandra Oh destacou-se com um escultural Versace branco, enquanto que os vestidos Armani Privé de Glenn Close e Dior preto e branco com um laço gigante de Charlize Theron não deixaram ninguém indiferente.

Lady Gaga foi uma das grandes atrações. A cantora e atriz foi uma das vencedoras da noite, a arrecadar o prémio pela sua canção Shallow. Antes, pisou a passadeira com um vestido lilás couture Valentino, com uma enorme cauda.

Nicole Kidman, com um modelo num tom carmim brilhante Michael Kors com gola alta e mangas compridas e Saoirse Ronan, com um vestido prateado Gucci com um decote profundo, foram outros dos destaques da passadeira vermelha.

No rescaldo da noite, o prémio para Melhor Filme Dramático foi entregue a “Bohemian Rhapsody”, o biopic sobre Freddie Mercury; a interpretação do eterno vocalista dos Queen valeu ainda a Rami Malek o Globo de Ouro para Melhor Ator. Outro dos vencedores da noite foi o filme “Green Book – Um Guia Para a Vida”, de Peter Farrelly (estreia em Portugal a 24 de janeiro), que levou para casa três galardões: Melhor Argumento, Melhor Filme de Comédia ou Musical e Melhor Ator Secundário para Mahershala Ali. “Roma”, do mexicano Alfonso Cuarón, recebeu os prémios de Melhor Realizador e Melhor Filme em Língua Estrangeira. Na televisão, o grande vencedor foi “American Crime Story: O Assassinato de Gianni Versace”, premiado como Melhor Minissérie ou Filme Televiso e Melhor Ator de Minissérie e Filme Televisivo.

Artigos relacionados...

A bolsa de batom mais desejada da Louis Vuitton

Peça emblemática e perfeita para o dia-a-dia

Patek Philippe: dois séculos de histórias para contar

O nascimento e vida da marca de alta relojoaria

Chanel despede-se de Karl Lagerfeld

Highlights da Semana da Moda de Paris

Milão despede-se do street e sportswear

Tendências clássicas e arrojadas são as preferidas para 2020

Moda Lisboa Insight: as novas dinâmicas da moda

Dê as boas-vindas às coleções de outono/inverno 2019/2020

Os Mais Vistos

Lifestyle

O automóvel mais caro de sempre dá-se a conhecer

Lifestyle

Os segredos mais bem guardados

F Luxury no Instagram