PUB
                             
Tendências / Desfiles - 29.03.2019

A 44.ª edição do Portugal Fashion decorreu de 14 a 17 de março, na Alfândega do Porto, reunindo, ao longo de quatro dias, quase 50 criadores e marcas nacionais. Esta edição ficou marcada pelo fashion alert para a sustentabilidade da moda, com diversos estilistas a defenderem a necessidade de existir uma preocupação ambiental através das suas coleções para o outono/inverno de 2019/2020.

O primeiro dia, foi dedicado aos jovens designers do projeto Bloom, que tiveram a oportunidade de mostrar o seu talento emergente com as suas peças. Ficou marcado, também, pelos desfiles de Júlio Torcato, Hugo Costa e Maria Gambina.

No segundo dia, onde estilistas como Sophia Kah, Katty Xiomara e Luís Buchinho apresentaram as suas propostas, destacou-se o desfile de Diogo Miranda, que apresentou uma coleção inspirada em motivos náuticos, como riscas e correntes, criando looks clássicos onde sobressaíram os casacos náuticos em conjunto com calças de marinheiro e o tafetá para criar mangas exageradas e volumosas em contraste com saias plissadas. Por sua vez, Miguel Vieira apresentou a coleção “Um Inverno em África”, onde predominaram os materiais mais leves e frescos e elementos geométricos que lembram estampados étnicos; os jogos de volumes, numa silhueta informal, dominaram a passarela, onde o laranja, ocre, amarelo, azul celeste, entre outras cores, ganharam destaque.

Nuno Baltazar marcou o terceiro dia de desfiles do Portugal Fashion com o seu elogio à elegância e sofisticação femininas. Alves/Gonçalves apresentou mais uma coleção intemporal; e Luís Onofre destacou as botas e os botins para as senhoras, dividindo-as entre texanas e above the knee, enquanto que para homem apresentou um conjunto de essenciais reinventados, produzidos em pele de qualidade e tendo o mel como tom de eleição.

No último dia de desfiles, deu-se a estreia inédita de um espaço dedicado à moda infantil, com coleções apresentadas por marcas como Laranjinha, Phi Clothings, Play Up, entre outras. A dupla Paulo Almeida e Marta Marques, que regressou recentemente da sua segunda apresentação na Semana da Moda de Paris, prestou homenagem ao seu país e às suas raízes, apresentando uma coleção trabalhada em gangas, brocados, pele, seda e pontuaram a coleção com acessórios arrojados. Alexandra Moura, a primeira portuguesa a integrar o calendário oficial da Semana da Moda de Milão, apresentou a coleção “Bestiário”, homenageando a arte da ceramista Rosa Ramalho; o streetwear e o romantismo cruzam-se de forma evidente nos tule e flanela, casacos de xadrez e vestido de acabamento metalizado.

Artigos relacionados...

Luísa Rosas: um espírito singular

Formas da natureza para usar e brilhar

Os chinelos de luxo mais elegantes

As melhores soluções de calçado para o verão

Ariana Grande é protagonista em campanha da Givenchy

Cantora norte-americana surge triunfante

De Louis Vuitton a Chanel…

As carteiras transparentes e irresistíveis

Apresentamos: LouBhoutan

A nova coleção cápsula de Christian Louboutin

Os Mais Vistos

Lifestyle

Conheça um espaço especial no The Vintage Hotel & Spa

Beleza

Os dourados que marcam o verão

F Luxury no Instagram