PUB
                             
Tendências / Desfiles - 18.06.2019

Alessandro Michele escolheu Roma, a cidade que o viu nascer e crescer, como palco para a apresentação da coleção Cruise 2020 da Gucci.

O diretor criativo da marca reuniu um grupo seleto no conceituado Museu Capitolino, revelando uma coleção que evoca a liberdade e igualdade de género, assim como a quebra de padrões. Com referências evidentes à década de 1970, altura em que Itália mergulhou numa fase de emancipação feminina, esta é uma coleção repleta de cores, texturas e acessórios, que aludem, também, à religião (ou não fosse Roma o berço do catolicismo) e à história da própria cidade, incluindo as memórias do outrora império romano.

Abordando os direitos reprodutivos das mulheres e o seu poder de decisão sobre o próprio corpo, num momento em que a discussão em torno deste tema está cada vez mais efervescente, o desfile provocou na medida certa, questionando, de certa forma, se religião e liberdade feminina poderão coabitar no mesmo planeta.

 

 

Artigos relacionados...

Cartier, o joalheiro dos reis

Conheça a história da casa de joalharia

Klepcys Collection

O relógio Cyrus conquista a lua

Marc Jacobs volta a apostar em moda masculina

Marca nova iorquina lança nova coleção

Uma década de tendências de moda

Descubra as principais tendências que marcaram os últimos dez anos

Luz by Luísa Rosas

Para enaltecer o seu lado mais cintilante

Os Mais Vistos

Lifestyle

Eis alguns dos carros de luxo mais aguardados de 2020

Gourmet

O melhor dos dois mundos

F Luxury no Instagram